2017-06-14

Trocar de emprego frequentemente não é sinônimo de sucesso - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 14/06/2017, com um ouvinte que se sente bem em seu emprego, mas que fica em dúvida porque seus amigos vivem se vangloriando de trocar sempre de emprego.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Trocar de emprego frequentemente não é sinônimo de sucesso

pulando de emprego em emprego

Um ouvinte escreve: "Pergunto se existe um ciclo ideal para um emprego? Digo isso porque só tive dois até hoje, um no qual fiquei onze anos e o atual, no qual já estou há sete anos e me sinto feliz nele. Mas tenho amigos que se vangloriam de mudar de emprego a cada dois anos, como se isso fosse uma exigência para desenvolver uma boa carreira e como se os empregados estáveis fossem vistos como acomodados e sem ambições."

Certo. Vamos então começar pela vanglória, já que uma sábia e antiga frase nos ensina que "elogio em boca própria é vitupério".

Caso seus amigos tenham mudado quatro vezes de emprego em oito anos e conseguido 20% de aumento a cada mudança, descontada a inflação nesses dois anos de permanência, eles realmente podem falar grosso. Mas isso é muito, muito raro.

O mais normal é que as pessoas mudem para tentar encontrar um emprego no qual gostariam de permanecer, porque ele oferece oportunidades de desenvolvimento e de realização dentro da própria empresa.

Você, aparentemente, tem esse tipo de emprego. E se recebeu apenas reajustes de dissídio nestes dezoito anos de carreira, é bem provável que você ganhe mais do que seus amigos.

Não é necessário que você se vanglorie disso, basta que se sinta satisfeito, como se sente, por já ter encontrado o que todos ainda estão procurando.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin